Conversion Hero

8 formas de os empreendedores online sobreviverem à crise económica mundial

Há medida que os mercados se vão estrangulando cada vez mais, e vou acompanhando a crise nos blogs através do blog do meu colega Muhammad, vou-me apercebendo de algumas realidades indesejáveis, tantos para os blogueiros, como para os empreendedores online e todos os outros tipos de investidores que existem. A crise dizem que chegou, embora ainda não a tenha propriamente sentido, mas a verdade é que os jornais e as televisões não falam de outra coisa nos dias de hoje, e salvo raras excepções, os cenários são sempre alarmantes e incrivelmente deprimentes.

Independentemente de estar a sentir a crise ou não, no seu próprio blog ou nos seus investimentos online, é importante ter em conta uma série de regras de conduta, que hoje fazem mais sentido do que nunca. Estas dicas podem ser aplicadas a Freelancers (como eu), blogueiros profissionais, empreendedores online, entre outros tipos de investidores que se dedicam à internet e à procura de soluções e nichos de mercado rentáveis.
O impacto da crise irá no entanto depender de inúmeros factores, como por exemplo a sua experiência, o seu campo de acção, o seu tipo de produto, a sua qualidade, e possivelmente a sua localização.

crise económica

1. PROCURE O MELHOR PREÇO
Sempre que se envolver numa aquisição, seja de publicidade, de uma ferramenta, de um novo design para o seu blog, da compra de um novo site, ou de uma outra qualquer aquisição, certifique-se de que consegue sempre o melhor preço. Invista no debate e procure sempre adquirir algo retirando o máximo de vantagens possíveis. Uma das melhores estratégias, é utilizando o dólar como referência para as suas transacções, aproveitando os altos e baixos do câmbio diário.

2. NÃO GASTE TUDO O QUE GANHA
Embora este conselho seja aplicável a qualquer altura da economia, a verdade é que se torna essencial reter e guardar algum do dinheiro que provem dos seus negócios online. Nunca se sabe quando a demanda se torna menos eficiente e se passa a ter necessidade de fundos extra para manter os seus negócios estáveis e a todo o vapor. Isso pode significar ter dinheiro extra para a compra de novos domínios, templates, logotipos, ou simplesmente para o aluguer do servidor dedicado que teve de comprar no ínicio do ano.

3. CONSIDERE UM PART-TIME
Se por ventura os seus incomings começam a ser cada vez menores e/ou a parcela global dos rendimentos sofreu um corte substâncial, porque não considerar um emprego em part-time? Dependendo do seu estilo de vida, seria facilmente adaptável colocar o emprego da parte da manhã ou no final do dia, aproveitando as restantes horas do dia para trabalhar nos seus investimentos e no seu trabalho via internet. Dessa forma poderia encaixar algum dinheiro extra, e quem sabe fazer um uso mais eficiente do ponto nº2.

4. PROCURE TRABALHO TEMPORÁRIO
Com a rapidez com a pressão económica vai atingindo os diversos mercados, muitas empresas vão procurando no outsourcing a sua única forma de sobrevivência. Essa é no entanto uma oportunidade para si e para muitos Freelancers e empreendedores online. Aproveitar essas necessidades das empresas, em contratar desconhecidos para projectar trabalhos e serviços em prazos apertados, pode tornar-se uma estratégia interessante para si, especialmente se tiver conhecimentos numa qualquer área técnica da web. Aproveite para procurar algumas ofertas de part-times no nosso portal de oportunidades de emprego.

5. TERMINE COM O SEU OUTSOURCING PESSOAL
Se por ventura tem uma rede de projectos pessoais considerável, e os seus rendimentos caiem diariamente a pique, é altura de fazer alguns ajustes. Se tem outsourcing de trabalhos que você próprio poderia fazer, mas não tem tempo, chegou a altura de reagendar o seu calendário, e colocar mais alguns afazeres nas tarefas do dia-a-dia. Se o seu dinheiro se vai tornando cada vez mais curto, é importante que comece a equacionar cortar em algum do seu outsourcing, e começar você mesmo a fazer essas tarefas rotineiras e aborrecidas.

6. FISCALIDADE EM DIA
Nos dias de hoje, e tendo em conta que se torna cada vez mais complicado amealhar dinheiro para fazer investimentos de qualidade, é importante não ficar a dever dinheiro ao estado, especialmente se for um trabalhador independente. Dependendo de país para país, é importante que pague as suas contribuições fiscais a tempo e horas, caso contrário irá chegar ao final do ano com uma factura acumulada que provavelmente não conseguirá pagar. Evite deixar de prestar contas ao estado, como forma de ter mais dinheiro disponível para as suas aventuras online.

7. PROCURE NOVOS NICHOS
Se a procura pelos seus negócios não se tem intensificado nos últimos tempos, isso poderá significar que o seu crescimento estagnou. Para evitar isso, é importante que comece a equacionar novos tentáculos para o seu modelo de negócio, oferecendo novos produtos e serviços aos seus leitores/clientes, ao mesmo tempo que torna mais leais aqueles que já o seguem há anos. Uma das melhores formas de defender, é atacar com qualidade!

8. SEJA PACIENTE
É necessário ter consciência de que crises económicas são períodos que vão e vêm com relativa regularidade. Ainda em 2001 houve problemas ao nível da bolsa de valores e das acções, e muitos acabaram por perder grandes fortunas. No entanto, o mercado cresceu e voltou a tornar-se fiável até ao ínicio de 2008, altura em que voltou a descambar, primeiramente com o aumento absurdo do preço dos combustíveis fósseis, e mais tarde com a completa recessão económica. No entanto, uma coisa é certa, mais semana menos semana, mais mês menos mês, mais ano menos ano, a crise irá desaparecer, e só os mais pacientes irão retirar dela todos os frutos plantados nesta altura.

Obviamente que a aplicação destes conselhos poderá variar de pessoa para pessoa, e de negócio para negócio, mas é importante que tenha consciência da realidade e de que esta o poder efectivamente afectar. Aproveite também nos falar um pouco sobre os seus negócios e a sua visão acerca desta crise que também está a afectar a blogosfera, de uma forma directa ou indirecta.

Até Já!


Se gostou deste post, considere subscrever o nosso RSS Feed Completo!
Ou então Subscreva o Fique Rico por Email!

Artigos
Relacionados

Comentários (12) Interações no Twitter (0)

Gostou desse artigo?

Partilhar Comentar

Tweetar Artigo

  • Monthiel

    2. NÃO GASTE TUDO O QUE GANHA
    Esse é realmente o meu problema. Na verdade, gasto antes de ganhar. Antes.
    As vezes o salário está todo compromissado, não sobrando nada nada para aquisição de algum bem de valor... é osso.

    Grande artigo Paulo, parabéns e sucesso a nós,
    Monthiel

    26/11/2008

    Responder
  • Elisio Leonardo

    Minha conta do Paypal está sempre vazia. Quando ganho alguma coisa com o meu blog ou site, gasto logo com coisas desnecessárias(Tenho dominios que nem sei poirquê comprei)


    O artigo está nota 10!!!

    26/11/2008

    Responder
  • pedro T

    Olá Paulo, realmente cada vez mais os nossos projectos pessoais e profissionais têm que ser analisados do ponto de vista de critérios de gestão. Isto é racionalizar os meios de que dispomos para fazer face aos objectivos que queremos. E é assim quer nos projectos on-line quer nos projectos de vida e profissionais.
    Acima de tudo há que dar tempo a que um projecto se fortaleça e não esperar resultados a curto prazo.
    Cumpts

    26/11/2008

    Responder
  • Muhammad

    Obrigado pela referência Paulo,
    De facto SINTO a crise já nalgumas áreas de investimentos online, nomeadamente na venda de publicidade privada. Isso vai sendo de qualquer forma compensado por tudo aquilo que se pôde lucrar enquanto os mercados caiam intensamente (apostando nas quedas). Agora, é a melhor altura para se investir na WEB, pelo menos melhor que à 2 meses (estamos mais no fundo...:P) mas é sempre complicado prever alguma coisa que possa acontecer num futuro próximo, de todo o modo, o clima é de recessão.

    8. SEJA PACIENTE

    Esse é o ponto que elejo. Sei que a crise é bem pior que a de 2001, e em relação ao sector financeiro, é a pior desde 1929, mas sei também que as condições de mercado actuais são totalmente diferentes que as dessa época. Por isso, haja paciência.

    Abraço!

    26/11/2008

    Responder
  • Paulo Faustino

    @ Monthiel
    Obrigado pelo comentário colega. Esse é um daqueles que problemas que terá de aprender a remediar. Não há forma de conseguir viver se todo o dinheiro está gasto bem antes de ser ganho. É necessário uma maior disciplina e cortar em gastos desnecessários amigo.

    @ Elisio Leonardo
    Obrigado pelo comentário colega. O mesmo conselho que dei em cima para o Monthiel :)

    @ pedro T
    Obrigado pelo comentário colega. Penso que o problema nem esteja na criação de objectivos a curto prazo, mas sim nos meios que o autor tem para os conseguir. Obviamente que se for utópico é desmotivante.
    O que queria dizer, é que se não forem feitos cálculos acertados, o autor poderá não ter forma de investir e/ou fazer com que o seu projectos passe ao próximo nível.

    @ Muhammad
    Obrigado pelo comentário colega. Paciência e a crença de que mais tarde ou mais cedo, o mercado terá de começar a recuperar, como sempre o fez...
    Penso que é altura de começar a racionalizar algumas coisas, e acima de tudo deixar de produzir tanta porcaria física que não faz a mínima falta ao ser humano, e que serve unicamente para alimentar uns e outros, às custas do meio ambiente e/ou dos recursos planetários.


    Obrigado a todos pelos comentários! :) :)

    01/12/2008

    Responder
  • caladohelena

    Nem acredito que num país que passou a fase das prestações a aumentarem todos os meses, os alimentos do supermercado a mudarem de preços todas as semanas e os aumentos absurdos da electricidade e combustivel, o Paulo não tenha notado, como os restantes de nós, que o dinheiro na carteira desaparece num ápisse ? bem, contas dessas aparte, dicas de pupança e ponderação são sempre uteis, apesar de que sendo as despesas maiores, penso que cada vez menos ha dinheiro para as tais poupanças

    02/12/2008

    Responder
  • Cristiano

    Todos os tópicos são essenciais na gestão da vida financeira diante da crise econômica, mas o segundo ("NÃO GASTE TUDO O QUE GANHA") é primordial!
    A equação: ganho > que gasto = acumulo de riqueza. O importante é ter a esperança de logo a crise irá passar!
    Parabéns Paulo!

    05/12/2008

    Responder
  • KATIERO

    Ter paciência e acreditar sempre é o ideal. E com certeza, não gastar tudo, pois assim podemos conseguir passar por períodos de dificuldades sem sentir muito.

    06/12/2008

    Responder
  • Elyab

    olá amigos, gostaria de pedir uma ajudinha de vocês, estou com um projeto de uma espécie de empresa online, e gostaria de saber qual a melhor forma de divugar empresa online,

    obs: a empresa é, vamos dizer... um "cardápio de serviços" que serve para todas as pessoas da cidade. então se vocês tiverem alguma sujestão podem falar, agradeço desde já.

    07/12/2008

    Responder

Deixe seu comentário

Seu Gravatar

Para você partcipar dessa lista tem de estar cadastrado no Twitter. Cadastre-se agora!

Rede Escolas Plus

  • Psicologia

    Artigos sobre Psicologia, Motivação e muito mais, de uma forma prática e simples que lhe permitem melhorar a sua vida pessoal e profissional.

  • Criatividade

    Melhore a sua Criatividade através de tutoriais de desenvolvimento web, webdesign, dicas de inspiração, e muito mais.

  • WordPress

    Torne seu WordPress numa verdadeira máquina com nossos artigos, templates exclusivos, plugins e tutoriais totalmente em português.

  • Freelancer

    Arrisque em sua carreira de Freelancer seguindo nossas estratégias, dicas e recomendações, e leve seu negócio ao sucesso já hoje.

  • Apostas

    Gostava de ganhar dinheiro com seus palpites sobre esportes? Siga nossos tutoriais e dicas sobre como fazer apostas esportivas.