WiNNER

Como iniciar a sua carreira de Freelancer em 2009 em apenas 5 passos

Faz algum tempo que cheguei à conclusão de que existem duas formas de viver completamente livre numa sociedade moderna e profissional como a de hoje. A primeira é seguramente o ProBlogging enquanto que a segunda se resume ao Freelancing.
Embora seja possível actuar nas duas áreas, tal como eu próprio faço, a verdade é qualquer uma delas é suficientemente autónoma para o ajudar a realizar alguns dos seus sonhos profissionais, nomeadamente não ter de pedir ao patrão se pode tirar férias no dia X ou Y.

Embora este seja provavelmente o sonho de muitos empreendedores online, a verdade é que são poucos aqueles que conseguem adaptar-se ao estilo de viver e trabalhar num meio onde estão sozinhos e por sua conta e risco. Muitos (e provavelmente você também) não se vêem a ser empreendedores de uma outra forma que não a tradicional, e pese embora a grande maioria tenha o sonho de um dia puder vir a viver dos seus rendimentos na internet ou dos seus trabalhos enquanto Freelancer, a verdade é que poucos são os que sabem o caminho para lá chegar.

Antes de explicar os 5 passos que considero essenciais para quem pretende entrar numa carreira de Freelancer com alguma estabilidade e sucesso, deixe-me dizer-lhe que não estou de alguma forma a dizer que esta é a carreira ideal por excelência. Longe disso. O facto de ter funcionado comigo não significa que funcione consigo ou com qualquer outra pessoa. É apenas uma visão e um ensinamento que retiro da minha experiência profissional, e que logicamente deverá ser adaptada à realidade de cada um.

freelancer

1. PRIMEIRO PREPARE-SE
Enquanto ainda se encontra no seu emprego, vá preparando o seu terreno e acima de tudo as suas ferramentas de trabalho futuro. Compre todos os materiais que considera importantes para as funções que irá desempenhar, e evite estar a colocar-se numa situação de dívida para com a banca.
Aproveite para cortar nas suas despesas mensais imediatamente. Não o deverá fazer apenas quando está numa situação menos confortável e/ou porque as circunstâncias o obrigam.

Quando se sentir realmente preparado, confiante, e com o seu plano devidamente traçado, desista do seu emprego e não mais volte a olhar para trás. De nada valerá a pena fazer contas e/ou estar a lamentar-se pelas suas atitudes. Dedique-se a pensar no futuro e nos seus objectivos a curto e médio prazo.

Tenha sempre em mente que cada cliente é uma peça fundamental da sua vida e da sua resistência enquanto profissional. Tenha sempre a certeza de que presta um serviço de primeira qualidade e acima de tudo que o cliente fica satisfeito com o resultado final.
Aproveite também para melhorar as suas competências técnicas, leia um pouco mais, aprenda a desenvolver-se enquanto profissional.

2. COMECE POR DEFINIR O SEU PREÇO/HORA
Uma das estratégias essenciais para quem começa hoje como Freelancer é definir logo e à partida, o seu preço/hora. Ainda que não o diga directamente ao seu novo cliente, é importante que o tenha definido para si e acima de tudo para os seus orçamentos.

Se orçamentar um trabalho para um cliente novo, coloque sempre o número de horas que estima irá dedicar ao projecto, e apresente sempre o valor hora como forma de marcar a sua posição. Ao ínicio e tendo em conta que está a começar, ofereça um bónus ou um desconto final ao cliente, ajustando o sempre valor aquilo que você considera ser um resultado aceitável. Dessa forma você apresenta um projecto com o seu tempo/hora devidamente definido, e rapidamente o seu cliente se irá aperceber disso de uma forma indirecta e discreta.

Há medida que o seu negócio for crescendo e você for ganhando confiança, vá diminuindo o valor dos descontos que produz nos projectos finais, mantendo sempre o custo/hora que você desejou para si. Seguramente os seus clientes compreenderão os seus objectivos e irão valorizá-lo essencialmente pela qualidade do seu trabalho e não pelos descontos que você aplica.

3. NÃO RECUSE TRABALHOS RENTÁVEIS
Uma das regras para quem está a começar como Freelancer é não recusar trabalhos que possam vir a ser extremamente produtivos ou bem pagos. Ainda que não sejam propriamente o seu sonho enquanto Freelancer, numa primeira fase o que você pretende é ganhar dinheiro e acima de tudo estabilidade financeira.

Evite recusar trabalhos nos primeiros tempos e foque-se na construção da estabilidade profissional que você procura. No futuro haverá tempo, confiança e disponibilidade, para seleccionar com quem você pretende trabalhar ou não. Neste momento não.

4. DEFINA HORÁRIOS E EVITE A CRISE
Se por ventura você for talentoso, prestável, apresentar trabalhos de qualidade por preços acessíveis, se promover a si próprio e à sua imagem com eficiência e qualidade, e/ou se beneficiar do efeito passa-a-palavra, então você será seguramente um Freelancer de sucesso.

Evite trabalhar mais do que 10h por dia e procure não dedicar-se em excesso à sua profissão nos fins-de-semana. Mantenha alguma qualidade de vida que irá fazer com que você se sinta bem e acima de tudo seja produtivo nas horas em que está em frente do PC. O essencial é definir o seu pacote de horas semanais e evitar sair desse registo.

Da minha experiência, recomendo-lhe que comece com um horário definido, tal como tinha no seu emprego, e se por ventura não tiver trabalho para o preencher durante todo o dia, procure realizar outras tarefas como actualizar a sua página, escrever alguns conteúdos, enviar alguns emails de marketing, entre outras tarefas mundanas que marcam a diferença.

5. DIRECCIONE A SUA CARREIRA PARA O QUE PRETENDE
Neste momento e se chegou ao ponto Nº5 a única pergunta que deverá fazer a si mesmo é a seguinte: “O meu problema é não estar ocupado o suficiente ou não estou a ganhar dinheiro suficiente para o quão ocupado estou?”.

Se por ventura não se encontra tão ocupado quanto desejaria, volte ao passo nº4. Se não está a ganhar dinheiro suficiente, corte nos descontos que está a fazer aos seus clientes, mantendo sempre o seu preço/hora definido inicialmente.

 

CONCLUSÃO
Iniciar uma carreira de Freelancer não é seguramente uma das coisas mais complicadas de fazer na vida, especialmente se você tiver uma competência técnica apurada. Dificilmente você irá precisar de um MBA, de viver em casa dos seus pais ou de contrair um enorme empréstimo na banca. A única coisa que você necessita é de confiança, talento e determinação. Está à espera do quê?

Até Já!


Se gostou deste post, considere subscrever o nosso RSS Feed Completo!
Ou então Subscreva o Fique Rico por Email!

Artigos
Relacionados

Comentários (39) Interações no Twitter (0)

Gostou desse artigo?

Partilhar Comentar

Tweetar Artigo

  • Mix_93

    Bom post, acho que vai ajudar muito gente.

    13/01/2009

    Responder
  • NICOLAS

    Paulo, um dos problemas que vejo como freelancer é ser freelancer a vida toda. Como planejamento de vida, todos pretendem aposentar-se com certa qualidade de vida. Aqui no Brasil, você precisa ter trabalhado pelo menos 15 anos com carteira assinada para poder aposentar-se por idade. O que pode ser feito é abrir a própria empresa e trabalhar por conta e você mesmo assinar sua carteira, porém, há custos e impostos o que retarda a vida de qualquer um. Muitas empresas também requerem nota fiscal pelo serviço realizado, como proceder? Entende, são estas questões que tem de ser avaliadas antes de pensar em tornar-se freelancer. Eu trabalho 8 hrs diárias em uma empresa de internet, e mais umas 3 a 4 hrs na atualização de meu site e desenvolvimento de projetos, uma renda complementa a outra, mas pode ver que são cerca de 10 a 12 hrs de trabalho diário...

    13/01/2009

    Responder
  • Wander Veroni

    Oi, Paulo!

    As dicas são excelentes e ajudam o profissional a ter um panorama do que irá encontrar pela frente. Sou freelancer desde que me formei em jornalismo, há 1 ano e 5 meses. Claro, há temporadas e temporadas de trabalho...uns meses tem uma alta remneração, outros nem tanto. Mas, se você me permite dá uma dica ao seu leitor, o Nicolas, o trabalho autônomo (freelancer), aqui no Brasil, permite que o trabalhador paguar INSS como autônomo e receber aposentadoria pelo governo. Claro, tem que pagar os impostos, mas é uma medida segura, visto que vc pode adoecer ou ficar sem trabalho por um tempo e conseguir alguns benefícios. Um dos segredos para ser um bom freelancer é sempre oferecer um trabalho profissional de qualidade para que criar um bom nome no mercado e receber indicações. Mas é preciso, antes de tudo, empreendedorismo.

    Abraço,

    =]
    ---------------------
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    13/01/2009

    Responder
  • Bianco

    Olá paulo, sempre quis começar uma carreira de Freelancer, mas o medo empaca as vezes, faço alguns desenhos isométricos para empresas de engenharia, mas só isso, devo trabalhar estas suas dicas e aprimorar isto tudo, valeu!

    13/01/2009

    Responder
  • Luanildo Silva

    OPS!

    Fico a brincar com meus amigos que um dia a internet ainda vai mim "dar" dinheiro, ou seja inda vou ganhar dinheiro com internet.

    Acredito que a maior dificuldade em ser Freelancer ou Probloger é a dedicação, melhor a falta dela e a pressa. Muitas vezes quando a conquista de alguns objetivos demoram a vir, não temos paciência de esperar e desistimos antes da hora.

    Você disse tudo nesse unico trecho:
    "A única coisa que você necessita é de confiança, talento e determinação. "

    Ai eu completo: Estou esperando o que?

    Valeu!

    13/01/2009

    Responder
  • FranChico - Hora de Relaxar

    Excelente dicas... Para se anotar e estudar... para absorve-las com sucesso...

    13/01/2009

    Responder
  • Ramon Wadry

    Freelancer é sonho de uns e medo de outros.
    Não é pra qualquer um, mas não é nada impossível.
    O que vai definir o sucesso ou não do cara nessa empreitada é a real dedicação e sinceridade que ele tem com sua produtividade, além de um bom networking é claro...

    14/01/2009

    Responder
  • Joliveira

    A preparação é realmente importante apesar de parecer óbvia e por vezes sentimos que foi apenas isso que faltou...

    14/01/2009

    Responder
  • Junior Silva

    Penso que todo trabalho freelance tem seus riscos e incertezas, independente da área. Fiz muitos trabalhos assim na música, por exemplo. Mas, se você está preparado, a chance de êxito é maior...

    14/01/2009

    Responder
  • ThunderWolf

    Este artigo inspirou-me! :idea:

    14/01/2009

    Responder
  • Bin

    Oi Paulo,
    Acho que o ponto fundamental é que uma pessoa que tem o espírito de free-lancer simplesmente não suportaria trabalhar em uma empresa normal por muito tempo. Não quero dizer que nunca possa trabalhar em uma empresa, mas pelo menos não em uma daquelas que sufoca qualquer espírito de criatividade e está mais preocupada em "como executar uma tarefa" ao invés de obter os resultados.
    Como sempre venho aqui te desejar muito sucesso para este 2009. Torço por você e que sirva como exemplo para que tantos outros realizem seus sonhos.
    Um abraço,
    B.

    14/01/2009

    Responder
  • cesar augusto

    trabalhei durante 26 anos para o estado, hoje sou aposentado e nao me acostumei com isto, Paulo voce me deu uma boa ideia, vou estudar um pouco sobre o assunto e se possivel me tornar um freelancer.

    15/01/2009

    Responder
  • Newton Coutinho

    Olá Paulo, gostei muito mas queria comentar algo: todo início como freelancer (como o meu está sendo) é muito difícil porque para compensar a falta do emprego temos que ter um nome em evidência junto a clientes e isso é dificílimo em qualquer começo; quanto a essa questão de reduzir descontos, acho extremamente perigoso pq a quantidade de pessoas que também entram no mercado competindo é enorme, e a maior tendencia hoje é as empresas trocarem os orçamentos maiores de quem acumulou experiencia e equipamentos por preços baixos de que acabou de entrar no mercado. O assunto blog me interessa muito, mas se vc não tiver conteúdos de muita relevancia e um nome conhecido, seu blog fica meio abandonado mesmo sobre uma pesada divulgação. Espero estar contribuindo e gerando tema para mais algumas argumentações. Abraços a todos, Newton. :D

    15/01/2009

    Responder
  • Wladimir

    Muito legal o post, mais desculpe a minha ignorância. O que é esse freelancer ?

    15/01/2009

    Responder
  • Newton Coutinho

    Free-lancer é uma modalidade onde se trabalha por conta própria, praticamente o mesmo que autonomia...

    Abraços

    15/01/2009

    Responder
  • Christiano Lima Santos

    Trabalho como freelancer desde fins de 2006 e gosto muito da liberdade que isso me dá.

    Apesar de não ter vínculo como CLT, ganhar pelas férias, etc. Se você for realmente bom, você poderá moldar seu horário e ganhos da forma que melhor convier às suas necessidades.

    Sou também professor e cuido de vários blogs, então posso dizer que sou muito mais que somente hiperativo e isso me torna bastante feliz. :)

    16/01/2009

    Responder
  • Paulo Faustino

    @ Nicolas
    Obrigado pelo comentário. Os procedimentos legais são um dos contras do trabalho como Freelancer, da mesma forma que existem vários Prós como por exemplo a liberdade, a flexibilidade, o fazer o que se gosta, a insenção de horários, etc.
    Importante é equacionar tudo antes de tomar uma decisão logicamente. Você igualmente descontar todos os meses para o banco, preparando a sua reforma não recorrendo ao estado.

    @ Wander Veroni
    Obrigado pelo comentário e pela ajuda ao Nicolas. O empreendedorismo é uma máquina que nem todos conseguem utilizar eficazmente. Quanto mais empreendedor você conseguir ser, mais facilmente você se conseguirá projectar no futuro.

    @ Luanildo
    Obrigado pelo comentário. Tenha em conta que a paciência e determinação são essenciais a tudo o que toca na internet. É necessário saber esperar pela recompensa, essencialmente sabendo de antemão que se fez um trabalho de qualidade e que os frutos mais tarde ou mais cedo irão chegar.

    @ Bin
    Obrigado pelo comentário. De facto um freelancer acaba sempre por ser alguém que não consegue conviver com um 'patrão' por muito tempo. O seu espirito empreendedor e a sua liberdade criativa são bem mais importantes seguramente.

    @ Newton Coutinho
    Obrigado pelo comentário. O ínicio é sempre complicado mas com paciência e determinação tudo se consegue. Considere criar um blog paralelo ao seu tipo de trabalho, como forma de potenciar e atrair novos tipos de clientes e leitores. Essa é uma estratégia que funciona muito bem a médio prazo.


    Obrigado a todos! :) :)

    16/01/2009

    Responder
  • Xavi

    Boas dicas. Gostava de tomar essa decisão e de me iniciar no mundo do freelancing, tendo já os conhecimentos e ferramentas necessárias para o fazer. Apenas faltou aí um passo no seu post: como arranjar clientes no inicio e como arrancar sem ter ainda um portofolio?

    19/01/2009

    Responder
  • Newton Coutinho

    Quanto aos clientes no meu entender é uma questão de prospecção e o potfolio, acho eu, deve vir antes de tudo, é preciso alguma estrutura financeira para se dar partida neste processo, isto depende da fase da vida que se está passando como: saindo de um emprego fixo ou de uma faculdade, pois desde os contatos iniciais com os "possíveis clientes" até a sua concretização leva algum tempo. Coloque nesta receita um esforço concentrado e muito focado, é preciso falar com as pessoas certas na hora certa apresentar um portfolio muito bem montado e profissional, (daí vem a credibilidade) e também um pouquinho de sorte para coroar. Abraços a todos.

    19/01/2009

    Responder
  • Fernando Torres

    Ola, estou começando agora como blogueiro e tenho muitas dúvidas ainda, mas acho que freelancer é uma boa idéia. Vou estudar mais um pouco essa questão. Abraços

    22/01/2009

    Responder
  • KATIERO

    Eu tomei essa decisão em Março de 2007 quando sai do meu emprego a tempo inteiro para arriscar a entrar nessa vida. Sinceramente não me arrependo, pelo contrário, tenho orgulho dessa atitude que tomei. Se não for assim, sem pensar muito você ficará o resto da vida pensando que poderia ter tentado a carreira de freelancer, e está ai trabalhando com horários controlados, e para os outros.

    Mas logicamente você tem que saber fazer algo para se lançar como freelancer, e mesmo assim é bom que conheça muita gente, por que senão será difícil começar a andar. Eu fiquei 2 anos estudando a noite sobre web design, fiz um curso intensivo para complementar os conhecimentos antes de largar o emprego fixo.

    01/02/2009

    Responder
  • Katia

    Este post é muito exclarecedor, mas eu estou incinado minha vida e agoraestou à procura de um emprego rendável e que eu possa trabalhar em casa, fazendo o que eu gosto que é digitando ou traduzidno textos do inglêspara o português, eu estou à procura de serviços assim, mas como onde tenho que ir, em que lugar vou achar a minha grande chance de crescer e ter uma renda mensal favorável.

    No meu blog que estou enviando o endereço tenho textos de esporte, música, cinema etc, são textos que eu produzo com a intenção de também poder abrangir minhas oportunidades.

    O endereço é: http://blig.ig.com.br/xetylop/

    Aguardo breve resposta.
    Katia

    03/03/2009

    Responder
  • Eduardo Monteiro

    Muito bom!

    Impressionante e estimulante o seu artigo.
    Sempre quiz começar a vida como Freelancer, mas o meu maior problema é encontrar clientes que aceitem me ver á noite ou nos fins de semana.

    Apesar de estar disponível, nem sempre encontro pessoas com esta mesma disponibilidade. Acho que vou apostar mais na internet, não em blogs ou sites, mas em sistemas online. Acho que isso acaba dando resultados mais rápidos.

    13/05/2009

    Responder
  • Emanueli

    Olá !
    Adorei o site e as dicas são interessantíssimas.
    Faço engenharia elétrica, atalmente trabalho empresa privada, mas quero mesmo é me tornar freelancer. Alguém pode me ajudar em que posso atuar cursando engenharia??

    Muito obrigada a todos!

    02/07/2009

    Responder
  • sara Camacho

    bom dia
    paulo, sou uma jovem de 22 anos Portuguesa, que acabou agora o 12 ano atraves do metodo EFA RVCC, com a componente tecnológica.
    Como me encontro desepregada, estava a pensar atirar-me a esse mundo na area do meu curso, mas tava com algum receio, mas o seu texto deu-me motivação.
    Muito obrigado e gostaria de poder ler mais dicas suas.
    Um beijo
    Sara

    04/03/2010

    Responder
  • Mrs Oliver Mason

    Damos empréstimos para qualquer parte do mundo. Oferecemos todos os tipos e tipos
    de empréstimos com um esquema de reembolso confortável, nossas taxas de juro do empréstimo é
    3% anuais, com uma duração negociáveis, independentemente do local ou
    estado de crédito, para obter um empréstimo hoje e-mail: Olivermason@skymail.mn

    09/03/2010

    Responder
  • endim mawess

    obrigado pelas dicas é um dos assuntos que mais me interessam no momento.

    20/04/2010

    Responder
  • Ricardo Marques

    Muito bom os comentários! Apesar de ter um "free" na palavra, o profissional jamais deve deixar de lado a responsabilidade com o trabalho e o comprometimento com o cliente. Desta forma acredito que muito mais oportunidades "frelas" surgirão no mercado. Companheiros freelances! não deixem desavisados queimar este mercado que nos permite um estilo de vida como acreditamos. leia um pouco mais em http://www.freelancer.net.br . até lá

    25/06/2010

    Responder
  • Paulo Silva

    Boas!
    Gostei muito de ler este pequeno artigo!
    Estou neste preciso momento a iniciar o meu próprio trabalho de freelancing! É baseado numa plataforma de Internet mas não é própriamente realizado na Internet.
    O negócio é novo e básicamente consiste em facilitar a vida a muitos outros freelancers que não utilizam a net como forma de acção fornecendo-lhes muitos meios que poderão comercializar! Não posso neste momento precisar a forma como tudo isto irá ocorrer por motivos de autoria, como devem compreender!
    Tal como disse no inicio, estou na busca de conhecer mais, muito mais acerca do trabalho de outros freelancers! Os procedimentos legais são de facto a minha maior preocupação e gostaria de pedir ao nosso amigo Paulo Faustino que nos podesse ilucidar algo mais sobre isto, (se possível)!

    Muito obrigado a todos!

    06/07/2010

    Responder
  • Filipa Silva

    Gostei muito do artigo, muito esclarecedor. Já algum tempo que estou a tentar começar a trabalhar como freelancer no entanto uma dificuldade que tenho encontrado é como encontrar sites fiáveis a nível nacional e não só. Se me puderem dar uma ajudinha agradecia.
    Cumprimentos
    Filipa

    13/07/2010

    Responder
  • Tiago

    Olá, indiquei seu post no meu site (postagem de licitações e portifolios para freelancers), espero que não se importe e visite-nos! :) Até!

    24/10/2010

    Responder
  • Ricardo Marques

    Sobre o comentario do nosso amigo Felipe Silva, realmente existem sites para trabalhos freelancers que devemos desconfiar, pelo que me parece são empresas tentando se dar bem com o "empreendimento" e criam anuncios falsos de trabalhos.. estou cadastrado na maioria deles, respondi inumeras ofertas de Jobs e não obtive nenhuma resposta real de contratantes. Por um outro lado é uma boa iniciativa, que se funcionasse seria bom para nós freelancers... então sugiro que se alguem conhecer um site de FreeJOBS que realmente funcione coloque aqui sua experiência...

    24/10/2010

    Responder
  • Luciano

    Parabéns pelo post Paulo!

    Com certeza foi o melhor sobre Freelancer que li até agora!
    Perguntas:
    - No Brasil, para ser Freelancer, tem que trabalhar como PJ?

    - Existem vário sites interenacionais de Freelancer, como o Guru, Scriptlance, Elance e outros. Vale a pena buscar serviços através destes sites?

    25/10/2011

    Responder
  • Andressa Ferreira

    Olá,
    Trabalho em uma empresa de coworking e eventos, e gostaria de divulgar nosso espaço. Pessoas freelancers geralmente necessitam de espaços para trabalhar e que sejam mais baratos que salas individuais.

    E agora estamos com 40 á 50 % de desconto, acho que é uma proposta bem interessante.

    Posso divulgar?

    Obrigada!

    Andressa Ferreira

    30/11/2011

    Responder
  • Valdir Cirera

    Ola, as dicas são superficiais, mais fico contente em ser o primeiro a comentar em 2012

    17/07/2012

    Responder

Deixe seu comentário

Seu Gravatar

Para você partcipar dessa lista tem de estar cadastrado no Twitter. Cadastre-se agora!

Rede Escolas Plus

  • Psicologia

    Artigos sobre Psicologia, Motivação e muito mais, de uma forma prática e simples que lhe permitem melhorar a sua vida pessoal e profissional.

  • Criatividade

    Melhore a sua Criatividade através de tutoriais de desenvolvimento web, webdesign, dicas de inspiração, e muito mais.

  • WordPress

    Torne seu WordPress numa verdadeira máquina com nossos artigos, templates exclusivos, plugins e tutoriais totalmente em português.

  • Freelancer

    Arrisque em sua carreira de Freelancer seguindo nossas estratégias, dicas e recomendações, e leve seu negócio ao sucesso já hoje.

  • Apostas

    Gostava de ganhar dinheiro com seus palpites sobre esportes? Siga nossos tutoriais e dicas sobre como fazer apostas esportivas.

Subscribe to our mailing list

* indicates required Primeiro Nome * Endereço de Email *