Conversion Hero

Blogging para Principiantes – Como criar um design funcional para o seu blog?

Hoje voltamos à nossa série de Blogging para Principiantes, para falar um pouco sobre como criar um design atractivo para o seu novo blog, e/ou como descobrir ou compreender o que é um design atractivo num blog.
Esta série de artigos para Principiantes conta já com outros quatro artigos introdutórios, que poderá ler também se assim o desejar. São eles:

A escolha de um design para um blog, pode tornar-se rapidamente numa das peças mais importantes da estratégia de um blogueiro. Quando se pretende rentabilizar um blog ou introduzir um conceito mais profissional, o design do seu espaço é fundamental para isso. Aqui no blog, depois de ter introduzido o último layout (que está actualmente em vigor), o número de subscritores regulares subiu cerca de 25%.
É importante compreender também, que um bom design não tem propriamente a ver com estruturas bonitas, mas sim com estruturas funcionais. É muito mais importante uma estrutura funcional e que vá de encontro com as necessidades dos seus visitantes, do que propriamente um design extremamente bonito mas disfuncional…

Para todos aqueles que têm algum conhecimento de edição em HTML e CSS, este guia poderá servir como uma guideline para a construção e edição do seu novo layout, mas não tem necessariamente de ser um guia a cumprir na obrigatoriedade. Melhor do que ninguém, você sabe aquilo que é importante para si e para os seus objectivos.

design funcional

1. IDENTIFICAR OS SEUS OBJECTIVOS
Tal como acontece com praticamente tudo o que está em redor da blogosfera, é necessário antes de iniciar, definir os objectivos daquilo que está prestes a executar. É necessário explicar a si próprio, que pretende desenhar um blog para atrair mais visitantes, ou que pretende criar um blog extremamente rentável, ou que pretende criar um blog que cative mais rapidamente os seus visitantes, ou criar um blog que tenha uma taxa de subscritores muito alta, entre outras opções existentes.

Definindo isso, torna-se mais simples começar a desenvolver a estratégia e o blog em torno desse mesmo objectivo. Se por ventura utilizar uma plataforma WordPress ou MovableType, por exemplo, não se esqueça que tem à sua disposição inúmeros plugins e extensões criadas pelas diversas comunidades, que o farão poupar imenso tempo no desenvolvimento de micro aplicativos e opções para o seu blog.

2. IDENTIFICAR A SUA AUDIÊNCIA
Tal como os objectivos, é muito importante saber para quem se está a trabalhar. Depois de definir o nicho de mercado do seu blog, fica mais simples compreender com que tipo de audiência se está a trabalhar. Se você construir um blog sobre tecnologia, sabe à partida que irá ter uma grande densidade de leitores jovens, à procura de notícias de última hora sobre produtos e novas tecnologias.
Se construir um blog sobre ganhar dinheiro, saberá que a sua audiência é mista e composta essencialmente por leitores à procura de novas formas de rentabilizar websites e blogs.

3. IDENTIFICAR NECESSIDADES ESPECÍFICAS
Dependendo da área de actuação do seu novo blog, é mais uma vez, muito importante, decidir quais são as necessidades vitais do seu blog. Num blog deste tipo, é importante por exemplo ter uma lista de comentadores, para estimular a participação no blog, bem como duas listas de artigos populares, uma delas na barra lateral e outra no rodapé, facilitando aos novos visitantes a filtragem dos artigos realmente importantes. Os chamados artigos pilares do blog.
Noutro tipo de áreas, podem ser importantes os banners publicitários, as fotografias na entrada dos artigos, artigos em formato completo ou resumido, a presença das redes sociais, entre outras coisas.
Identificar essas necessidades, colocando-se na pele de um visitante, é extremamente importante e inteligente.

4. DESENHAR O ESQUELETO INICIAL
Uma das aplicações que mais gosto de utilizar para desenhar esqueletos de projectos para a web, é seguramente o OmniGraffle. Com este software, é possível desenhar estruturas extremamente simples, estudá-las, apresentá-las a clientes (se necessário), entre outras coisas, sem que tenha propriamente de se enrolar no Photoshop ou em outros softwares criativos, que geralmente requerem mais tempo para a construção deste tipo de estruturas simples.

Comece por desenhar as bases do seu projecto, tendo em conta as novas regras da 960 Grid System, por exemplo. Passar por cima desta fase de desenvolvimento é um erro fatal para todos aqueles que pretendem construir um projecto sólido e realmente user friendly.

Comece por ter em conta alguns dos aspectos mais importantes do seu novo layout, nomeadamente:

  • movimento
  • dimensões
  • imagens
  • cores
  • tipo de texto
  • posicionamento

Utilizando estas regras, você deverá conseguir posicionar estrategicamente todos os elementos do seu novo blog, nomeadamente o motor de pesquisa, o cabeça-lho, a informação, os banners publicitários, entre outras coisas. Depois de saber onde começa a leitura, o leitor saberá decidir o que pretende ler ou não ler.
Conhecendo a forma como o leitor se comporta (você também é um leitor), mais facilmente você aplica as regras para conseguir extrair o máximo de cada página do seu blog.

5. ESCOLHER OS ELEMENTOS PRINCIPAIS
Depois de termos a estrutura base, é necessário recorrer à selecção de tudo quanto é visual: cores, tipos de letra, imagens, padrões, fundos, entre outras coisas. Todos estes elementos principais devem estar devidamente enquadrados com a estrutura e objectivo do blog, tal como referimos nos primeiros 3 pontos deste artigo.
Uma boa fonte de inspiração para este tipo de trabalho, são por exemplo as revistas impressas. Elas contêm informação da sua área, num formato não idêntico à web, mas que poderá facilmente ser enquadrado na estrutura do seu layout.

Recorrendo a todo esse material, fica extremamente fácil definir a nova palete de cores para o nosso projecto, tendo em conta que todos os materiais são enquadráveis na ideia inicial.
Tente extrair desta metodologia o máximo que conseguir, uma vez que se torna mais fácil depois aplicar isso ao seu novo blog, não incorrendo no erro de utilizar um esquema de cores muito batido ou recorrente na área, por exemplo.

6. PLANEAMENTO PÓS DESIGN
Depois de ter a estrutura do novo blog desenhada em formato de linhas, é necessário partir para o desenvolvimento do projecto em Photoshop ou noutro qualquer software de criatividade. Depois de ter posicionado os elementos devidamente, imprima esse design e comece o seu novo planeamento.
Comece por questionar-se sobre algumas coisas extremamente importantes:

  • Existe flexibilidade suficiente para adicionar mais banners publicitários?
  • Existe forma de restruturar os conteúdos se necessário?
  • Existe forma de mudar o aspecto do layout, sem mexer na sua estrutura?

Depois de planear devidamente o layout inicial que desenvolveu, é altura de fazer adaptações para evitar grandes projectos de programação. Existem seguramente coisas que imaginou que não são possíveis de realizar e/ou exigem demasiado conhecimento/investimento e seguramente que se esqueceu de planear outras tantas coisas. Imagine o seu blog nos próximos 4 meses. Seria funcional? Faltaria alguma coisa importante? Era possível adicionar essa funcionalidade facilmente?

7. ESCREVER O CÓDIGO HTML E CSS
Depois de ter alinhavado o seu novo blog, é altura de iniciar a fase de desenvolvimento. Se por ventura não tem conhecimento de programação HTML e CSS, poderá sempre idealizar a estrutura do seu novo projecto, e entregá-la para desenvolvimento a uma qualquer empresa criativa.
Se tiver alguns conhecimentos pessoais, poderá aplicá-los no desenvolvimento do tema que acabou de idealizar, inclusivamente adaptando outros temas já existentes no mercado. Existem vários templates premium de grande qualidade que podem ser adaptados, retirando-lhe a necessidade de programar tudo de raíz sem necessidade.

Aproveito para recomendar-lhe a leitura destes artigos sobre como programar um template para blogs wordpress:

 

CONCLUSÃO
O desenvolvimento e idealização de um design atractivo para o seu blog é um processo extremamente importante, mas não deverá fixar-se apenas no aspecto. É muito mais importante a funcionalidade do mesmo, do que propriamente o aspecto que este tem.

Agora coloque as mãos ao trabalho e seja criativo!

Até Já!


Se gostou deste post, considere subscrever o nosso RSS Feed Completo!
Ou então Subscreva o Fique Rico por Email!

Artigos
Relacionados

Comentários (19) Interações no Twitter (0)

Gostou desse artigo?

Partilhar Comentar

Tweetar Artigo

  • Monthiel

    Boa Paulo. Apesar de usar Blogger, escolhi um tema bem bacana para o meu blog. Fiz algumas adaptações e tentei deixar o mais clean possível. Sei da importância de um design robusto e limpo.

    Parabéns pela sequência de postagens

    Abraços,
    @monthiel

    12/05/2009

    Responder
  • Rodrigo Oliveski

    Gosto muito do seu blog, tenho aprendi muito com ele, a questão de gestão e tudo mais, entretanto nunca tive a coragem de lhe pedir para avaliar meu blog, hehehe, se não for tomar teu tempo, heheh...

    Abraços, fique com Deus.

    12/05/2009

    Responder
  • Brown

    Muito bom o post, principalmente para mim que tenho um blog faz pouco tempo e ainda não aprendi muita coisa sobre.
    ;]

    12/05/2009

    Responder
  • joliveira

    Eu uso a técnica do guardanapo para pensar num design funcional para o blog, mas a versão final irá sempre depender de alterações a templates já existentes...

    13/05/2009

    Responder
  • Gustavo Freitas

    Paulo,
    mais um artigo de primeira qualidade, e não só importante para principiantes, mas para todos os blogueiros que queiram melhorar seus projetos.
    hoje postei um artigo da série de aniversário no GF Soluções e um dos exemplos foi a sua série de artigos,
    um grande abraço e sucesso cada vez maior!

    13/05/2009

    Responder
  • Samyr Alencar

    Olá Paulo!

    Estou gostando muito dessa serie. Apesar de ter alguns sites a algum tempo, estou revendo tudo com essas suas ótimas dicas. Layout, otimização e principalmente as ferramentas que você indica estão dando novo animo em meu trabalho.
    Obrigado e parabéns. :)

    14/05/2009

    Responder
  • Gabriel Meissner

    Uma boa opção também é instalar um template pronto gratuito ou premium e personalizá-lo com pequenas (ou mesmo grandes) mudanças nos códigos html e css. Foi o que fiz no meu blog.

    14/05/2009

    Responder
  • Cecília Parente

    Excelente tópico.
    Uso a plataformar blogger, construi eu mesma os meus templates e ensino no meu blog como construir um.
    Muitos não dão valor ao blogger só por que não sabe tirar o máximo de proveito de seu template e programação.
    Pegar um template que goste e ir modificando aos poucos também é uma boa, fica diferente e a pessoa não vai ter tanto trabalho assim.

    14/05/2009

    Responder
  • José Victor

    Muito bom o texto!

    Só faltou ensinar a fazer um layout do zero tambem no Blogger. Vou ficar esperando.

    11/06/2009

    Responder
  • Dinheiro On-Line

    Um template é tudo. Eu pretendo comprar um premiun para meu blog.
    Apesar de ter alguns grátis legais, mas não tem comparação perto de um proficional.

    07/02/2010

    Responder

Deixe seu comentário

Seu Gravatar

Para você partcipar dessa lista tem de estar cadastrado no Twitter. Cadastre-se agora!

Rede Escolas Plus

  • Psicologia

    Artigos sobre Psicologia, Motivação e muito mais, de uma forma prática e simples que lhe permitem melhorar a sua vida pessoal e profissional.

  • Criatividade

    Melhore a sua Criatividade através de tutoriais de desenvolvimento web, webdesign, dicas de inspiração, e muito mais.

  • WordPress

    Torne seu WordPress numa verdadeira máquina com nossos artigos, templates exclusivos, plugins e tutoriais totalmente em português.

  • Freelancer

    Arrisque em sua carreira de Freelancer seguindo nossas estratégias, dicas e recomendações, e leve seu negócio ao sucesso já hoje.

  • Apostas

    Gostava de ganhar dinheiro com seus palpites sobre esportes? Siga nossos tutoriais e dicas sobre como fazer apostas esportivas.

Subscribe to our mailing list

* indicates required Primeiro Nome * Endereço de Email *