Conversion Hero

Erros de Link Building a evitar no seu Blog, imediatamente!

Com as constantes atualizações ao seu algoritmo, a Google tem vindo a tornar a tarefa de blogueiros e webmasters cada vez mais complicada, sendo a cada dia que passa, cada vez mais importante compreender como funciona o SEO e a Otimização para Motores de Busca, por forma a evitar cometer erros que possam mandar seu site para o fundo das páginas de resultados orgânicos do Google. Em Fevereiro a Google lançou um update do Panda, em Março idem aspas e há sensivelmente 3 dias fez novamente um Update. Isto significa que pelo menos uma vez por mês, a Google está procurando introduzir diversas melhorias em seu sistema de busca, por forma a beneficiar quem tem conteúdos de qualidade, mas também penalizar aqueles que trabalham com foco intensivo em SEO, sem se preocuparem com o resto das questões elementares, como o conteúdo, a usabilidade e todos os aspectos relacionados com a criação de blogs de alta qualidade.

Ao longo das últimas semanas muitos usuários têm sofrido com quedas abruptas nos resultados de busca, enquanto outros beneficiam da subida nos resultados orgânicos, fruto da construção de blogs de alta qualidade e com elevados padrões de exigência/usabilidade. No entanto, o algoritmo do Google nem sempre é justo, e em alguns casos, é possível que você caia nos resultados orgânicos, sem que na verdade entenda bem porquê. Mesmo sites ou blogs em que você não mexia há alguns meses, podem de repente cair nos resultados de buscas, e isso deve-se a todos esses novos fatores de rankeamento e estratégias de otimização que você deverá colocar em prática. Logicamente, todas essas alterações fazem com que as estratégias de Link Building tenham de ser melhoradas, a fim de você adaptar-se às mudanças e realizar um trabalho sério, honesto, e acima de tudo isento de manipulações. O algoritmo está ficando cada vez mais aperfeiçoado, e caso você utilize algumas das estratégias abaixo indicadas, é possível que você se dê mal nas SERPs.

posicionamentos

MANIPULAÇÃO DO TEXTO ÂNCORA

Do que temos lido em sites como o SEOMoz e diversas outras comunidades de SEO espalhadas pelo mundo, incluindo as comunidades do Brasil, a relação entre o texto âncora e a descida nos resultados orgânicos é algo que está cada vez mais presente. O uso de texto âncora exato para linkar diretamente para a homepage ou determinados conteúdos do seu blog, pode afetar os seus rankeamentos, por não ser uma forma natural de linkagem. Quando você repete constantemente o mesmo texto âncora, a Google acabará por compreender que você está tentando manipular determinadas pesquisas, e acaba lançando seu site para o fundo dos resultados orgânicos. O aconselhável neste tipo de casos, é usar um misto de textos âncora. Ao invés de você usar constantemente o texto âncora exato, procure utilizar variações desse mesmo texto âncora, por forma a apresenta uma tendência natural de linkagem, não só para seus usuários, como também para os robots do Google. Imaginemos o seguinte cenário:

Seu texto âncora exato é “camisetas esportivas“, e você está constantemente ligando para a sua homepage com esse texto âncora exato. Ao navegar pelo seu site, o robot do Google vai perceber que não existem outras derivações desse texto âncora, logo, você está manipulando esse resultado. Seu site/blog vai cair nos resultados orgânicos da busca. Para resolver esse problema, você deverá usar um misto de diversos links e textos âncora, para mostrar uma tendência mais natural de linkagem, incluindo um espectro deste tipo:

  • camisetas esportivas (3 links)
  • camisetas de clubes (2 links)
  • camisetas do São Paulo (2 links)
  • www.camisetasesportivas.com (3 links)
  • clique aqui (3 links)
  • etc

Dessa forma, você está passando juice (sumo/autoridade) para a mesma página, mas com diversas alterações ao nível do texto âncora, não manipulando forçosamente nenhuma delas. Em 14 links, você usou um texto âncora exato apenas por 3 vezes, o que não se pode considerar uma manipulação abusiva. Os links do tipo “clique aqui” ou “clique para conferir”, por exemplo, são por norma colocados de parte por blogueiros e SEOs, mas fazem parte de todo esse processo de linkagem orgânica natural, e o Google consegue interpretar isso com seu algoritmo. Se você não os usar, suas linkagens aparentam ser manipuladas e/ou pouco naturais, tanto para seus usuários, quanto para os robots do Google.

Ebook Exercícios para blogueiros

NÃO USAR LINKAGEM NATURAL

Conforme referimos anteriormente, links do tipo “clique aqui”, “clique para conferir”, “leia mais”, etc., são considerados links orgânicos naturais, e fazem parte de praticamente tudo o que é sites e blogs. É uma forma natural de chamar o usuário para uma acção (clicar) para ler um determinado conteúdo. São portanto links importantes que você deverá usar em seus textos para linkar para outros conteúdos e páginas que você considera relevantes para seus usuários. Conforme falámos anteriormente, linkar para outras páginas presume naturalidade, pelo que você deverá usar esse tipo de links também.

Logicamente, você não quer rankear um determinado conteúdo para a palavra-chave “clique aqui”, no entanto, esses links deverão existir também. Eles são uma forma natural de linkagem, e não afetaram seu posicionamento para o texto âncora exato. Eles apenas irão passar a autoridade quando você os usa, mas logicamente, não será um tipo de link que você irá usar constantemente.

clique aqui

Se você realizar uma busca no Google pelo termo “clique aqui”, você vai perceber que o site da Adobe, mais concretamente a página de download do Acrobat Reader, o leitor de PDFs da empresa, está em primeiro lugar para esse texto âncora. Isso acontece precisamente porque essa página recebe inúmeros links naturais do tipo “clique aqui” ou “clique aqui para fazer o download”, estando mesmo na frente de outros sites com domínio exato, como esse cliqueaqui.com.br que aparece assinalado na terceira posição. Este tipo de links naturais são fundamentais para o seu site/blog, tenha isso em consideração.

NÃO LINKAR O NOME/MARCA

Conforme referido anteriormente também, linkar para a homepage do seu site/blog usando links do tipo www.escoladinheiro.com é importante, da mesma forma que é importante linkar com o texto âncora “Escola Dinheiro”, que é o nome/marca do site/blog em questão. A menção à marca é fundamental e é uma forma natural de linkagem, quando alguém se refere a um determinado sítio na internet. Por isso mesmo, é extremamente importante você receber links de outros blogs usando o nome da sua marca/blog, de uma forma natural, e não apenas links com determinadas palavras-chave para as quais você pretende rankear melhor. Links com www e links com o nome da marca também passam autoridade, e isso também é importante. Nem só do texto âncora vive a internet e os rankeamentos.

Conseguir links de outros blogs é provavelmente o processo mais complicado, uma vez que exige planejamento ao nível do link building. Existem várias formas de você fazer link building e conseguir links em outros blogs. Falámos de algumas no nosso artigo sobre como fazer link building no seu blog com apenas R$200. Uma das estratégias fundamentais é sem dúvida os Guest Posts, dos quais falámos também recentemente no artigo como ganhar dinheiro com Guest Posts.

COMPRA DE LINKS

A compra de links é algo que não é recomendável de se fazer há muitos anos, e agora com essas constantes atualizações do Panda, pior ainda. Ao comprar links e tentando manipular determinadas palavras-chave, você está simplesmente colocando minas no seu terreno. Um dia, você vai colocar tantas minas, que não saberá onde elas estão, e o mais provável é que acabe por pisar uma delas. É precisamente isso que acontece a quem compra links para tentar subir nos resultados orgânicos das buscas, tentando manipular determinados textos âncora. Se você pretende melhorar o SEO do seu site/blog, considere escrever Guest Posts para outros blogs e obter links relevantes e naturais para ele. Em último recurso e caso você tenha essa possibilidade, pondere comprar sites/blogs, que não estejam a ser usados ou trabalhados da melhor forma possível pelos seus autores. Isso vai-lhe permitir trabalhar melhor esses sites/blogs, e logicamente melhorar os seus posicionamentos através de links orgânicos naturais para o seu site/blog original.

Uma das melhores formas de evitar a compra de links, é criar mais do que um projeto na mesma área, por forma a criar duas bases sólidas, que lhe permitam depois linkar de um para o outro, de forma natural, por meio de artigos interessantes e relevantes. Se você não tem capacidade de criar um projeto de raiz, pondere comprar um site/blog que não esteja sendo usado e/ou que não esteja sendo atualizado há muito tempo. Faça um contato com o seu autor, no sentido de perceber se ele está interessado em vender o projeto, para que você o possa explorar e tirar dividendos disso.

NÃO USAR AS MÍDIAS SOCIAIS

Quando escrevemos o artigo com as razões porque a partir de agora você precisa usar o Google+, falámos de diversos aspectos relacionados com os sinais sociais e principalmente com o peso que as mídias sociais começam a ter em hoje em dia no rankeamento de páginas e conteúdos na internet. Logicamente, um conteúdo seu que tenha dezenas de Tweets e Likes no Facebook, por exemplo, tem maior tendência para ficar bem posicionado do que um conteúdo que não teve qualquer impacto nas mídias sociais. Isso acontece porque o Google pretende começar a atribuir cada vez mais valor para as mídias sociais, uma vez que elas não são tão facilmente manipuláveis quanto os links, por exemplo.  É portanto primordial você fazer uso das mídias sociais, mesmo nos seus sites e blogs de nicho, para conseguir tirar o máximo partido desses sinais e alavancar seus conteúdos mais rapidamente e de uma forma natural.

Veja algumas das estratégias que você poderá usar:

  • Utilize plugins como o Sharebar ou o Scrolling Social Sharebar para ter uma barra flutuante nos seus artigos, que permita aos seus usuários compartilharem esses conteúdos mais facilmente nas mídias sociais;
  • Coloque uma caixa de fãs do Facebook na barra lateral do seu blog, e um botão do Twitter também. Você pode entrar as ferramentas do Facebook aqui e os botões oficiais do Twitter aqui;
  • Peça aos seus usuários para compartilharem seus conteúdos nas mídias sociais, usando uma chamada para a acção no final dos seus artigos;
  • Crie conteúdos de grande qualidade, que sejam uma referência na sua área, e que portanto, sejam alvos de partilhas naturais por meio das mídias sociais (Veja a página do nosso Ebook como criar um blog – oferecer algo sempre funciona bem);
  • Relacione-se com outros sites e blogs da sua área, e dê uns tweets e likes nos conteúdos deles, para que eles façam o mesmo com os seus conteúdos;

Existem inúmeras formas de você conseguir melhorar seus artigos pelas mídias sociais. Os concursos são também uma possibilidade, sendo que existem sempre regras a ter em consideração, que você deverá consultar no Twitter, Facebook e Google+, para evitar realizar concursos que vão contra os Termos e condições dos serviços. Seja criativo!

TROCAS DE LINKS

As trocas de links são cada vez mais uma das piores estratégias que possam existir para melhorar o SEO de uma página. Na verdade, qualquer um dos motores de busca é contra troca de links, pelo que você deverá evitar ao máximo esse tipo de estratégia. Linkar de um site para o outro e vice-versa, não ajuda nada, nem ninguém. Então se isso for feito numa escala muito grande, pior ainda. O Google tem vindo a penalizar tudo o que são esquemas de links trocados, redes de links e semelhantes, pelo que você deverá evitar isso ao máximo. Se você gosta dos conteúdos de um determinado site/blog, tudo bem, coloque um link para ele na barra lateral do seu blog. No entanto, não faça trocas. Trabalhe com paixão e dedicação, para que outros sites linkem para você também de uma forma natural e orgânica.

Ao criar conteúdos de qualidade, que ajudam os seus usuários, você acabará mais tarde ou mais cedo, por conseguir links relevantes para o seu site. Trocas de links nunca foi uma estratégia bem vista pelos buscadores, e agora com as atualizações constantes do Panda, pior ainda. Evite ao máximo entrar nesses esquemas e ser penalizado de forma desnecessária em seus conteúdos.

LINKS DE RODAPÉ

Links em rodapés ou links escondidos por meio de CSS com outras cores, são por norma táticas que fazem com que uma penalização aconteça. Os links de rodapé na verdade são algo muito 2002, conforme falou o Rand Fishkin no seu último vídeo. O rodapé de um site/blog deve ser usado de forma inteligente e para linkar para páginas e informações que na verdade o usuário está realmente procurando. Encher o rodapé de links ou esconder esses links irá provavelmente afetar o seu site e fazê-lo cair nos resultados orgânicos da busca.

Evite ao máximo concentrar seus links no rodapé do seu site. Crie uma secção de parceiros na barra lateral do seu blog ou então um Blogroll, e coloque lá apenas os links de sites que você realmente gosta e os quais você gostaria que seus usuários visitassem. Tudo o resto é dispensável, incluindo links com texto âncora exato só com o intuito de manipular os resultados da busca do Google.

E VOCÊ, ESTÁ SENTINDO OS EFEITOS DO PANDA?

Esta última atualização do Google Panda e Pinguim está a causar bastante polémica na internet. Seus sites estão subindo ou descendo o tráfego orgânico? Como é que você está sentido essa situação em seus projetos? Deixe o seu comentário e participe do debate!

Até Já!

Artigos
Relacionados

Comentários (35)

Gostou desse artigo?

Partilhar Comentar

  • Julian Fernandes

    Ótimo artigo Paulo!
    Mas tenho, e sempre tive, uma certa dúvida quanto a troca de links.

    Temos um site sobre Ubuntu Linux que está crescendo muito nos últimos meses. Em 2 meses e alguns dias de vida, já temos uma média de 3 mil visitantes únicos diários e 7 mil pageviews, com uma taxa de rejeição bastante baixa creio eu, beirando os 40%.

    Tenho visto que minhas estratégias SEO tem dado resultado, visto que hoje recebemos bastante visitas vindas do Google. Mas como somos um site sobre Ubuntu Linux, e há toda a filosofia de ajuda da comunidade, muitos blogs nos pedem links e coisas assim na sidebar, e alguns acabam ganhando, quando vemos que o conteúdo realmente vale a pena.

    Costumo colocar rel="nofollow" neles, para evitar o problema de link building, mas essa sempre foi minha maior dúvida em relação a esse assunto: se eu colocar nofollow neles, serei penalizado da mesma forma?

    Pois hoje temos links no site da Revista INFO e estamos fechando uma parceria com a 4Linux, além de sermos linkados no site oficial do Ubuntu no Brasil e em vários outros blogs. Geralmente retribuímos esses links, mas com nofollow.

    Será que posso ser penalizado por isso? Tenho essa dúvida a anos e perguntei a vários ditos "mestres" do SEO, como o Yoast.com, mas nunca obtenho uma resposta. Será que poderia me ajudar nessa? :)

    Desde já agradeço,
    Abraços

    27/04/2012

    Responder
  • josé neto

    Realmente o Google está ficando cada vez mais exigente, e isso ao meu ver é muito bom pois privilegia quem trabalha com qualidade.
    Nos últimos dias eu pude perceber um crescente numero de visualizações de paginas no meu blog, porem estava acreditando que fosse o efeito de ter migrado para o Wordpress recentemente, mas tomara que fosse efeitos do Google.
    Eu só não entendi uma coisa. Depois de todas essas mudanças eu vejo pessoas reclamando que perderão posições no Google para sites de empresas.

    Muito bom o artigo, parabéns Paulo

    27/04/2012

    Responder
  • Arlindo Armando

    Paulo, eu tenho uma dúvida: Digamos que eu utilize varios textos ancoras para linkar para a homepage do meu blog de modo a melhorar o rankeamento por essas palavras chaves, como por exemplo:

    - Blog na Carteira
    - Ganhar dinheiro
    - Ganhar dinheiro com blog
    - Blog de sucesso
    - Sucesso
    - Etc...

    Porém, a descrição utilizada em todas é sempre a mesma, isso pode acabar penalizando meu blog pois a google vai achar que estou tentando manipular os resultados?

    27/04/2012

    Responder
  • Jair Rebello

    Paulo, creio que ainda esteja pecando pelo fato das parcerias. Tenho em minha sidebar alguns links para outros blogs, que acredito que sejam bons, todos com "nofollow", acredita que mesmo assim posso ser penalizado?

    Abraços,

    27/04/2012

    Responder
  • Almy Fróes

    Paulo, tenho 4 sites, 1 é novo e ainda nao posso medir.. o "mestre dos sites" eu senti uma melhora de 30-35% de aumento nas visitas do google em 1 semana apenas, com certeza foi efeito do update.Ja o guia dos solteiros e o nao acredito eu nao senti diferença não...continuam iguais. Percebi que 2 concorentes meus caíram, por que abusavam da compra de links.

    27/04/2012

    Responder
  • Elias Quintão

    Olá Paulo,

    Ótimo artigo, parabéns. É esses são erros que muitos cometem ainda e eu tenho que admitir que também possa estar cometendo algum. Mas agora vendo aqui, posso ter como corrigir esses erros.
    Afinal aprender é todo dia.

    Abraços, Elias.

    27/04/2012

    Responder
  • Lauro Daniel

    Olá Paulo, em termos de qualidade a Escola Dinheiro continua excelente em seus artigos, parabéns! Mais um texto muito bem trabalhado que estará no topo das buscas.

    Quando o Google começou as grandes mudanças no ano passado tive muitos problemas, mas que serviram para que eu melhorasse o conteúdo e mudasse a forma de trabalhar, isto é o mais difícil, estar sempre mudando os títulos, textos e a forma de fazer linkbuilding.

    No momento estou feliz, pois meus sites conquistaram o respeito dos usuários e dos mecanismos de pesquisa, estando bem posicionados para quase todos os artigos que escrevi.

    Sempre pensei no usuário, em escrever exatamente aquilo que o usuário queria, mas agora precisamos todos ir além disto, escrever aquilo exatamente que o usuário quer é ruim depois do Panda e da Web Semântica que já começou, agora é preciso ir além, escrever muito mais do que o usuário quer e fazer que o mesmo fique o máximo possível na página.

    Acredito que a troca de links com até 10, 20 sites do mesmo conteúdo seja boa.

    Abraço grande Paulo!

    27/04/2012

    Responder
  • Claudio Gomes

    Minha opinião pessoal esta ficando pior cada dia viver das buscas do google toda hora muda alguma coisa e tem que alterar tudo no blog por causa do google.

    Sinceramente não estou mais preocupado com o google como antes.

    27/04/2012

    Responder
    • Concordo plenamente, hoje em dia já não é mais possível pensar em sobreviver com o Google.

      Precisamos pensar em produzir conteúdo de altíssima qualidade, colocar os títulos certos e pronto, o resto é resto...Backlinks já não importam tanto, nem pagerank, nem palavras chave.. nem nada..só o conteúdo e o mínimo de palavras chave e muita divulgação.

      27/04/2012 Lauro Daniel

      Responder
    • Olá, Claudio

      Na minha visão eu penso que:

      O Google alguns anos atrás não tinha muitas regras nos seus resultados de busca que tem hoje. Os Blogueiros e Webmasters viviam do Google, pois não tinha outra forma de divulgação eficaz como tem hoje nas redes sociais, agregados de conteúdos entre outros. Devemos focar mais em outras de divulgação e não fica dependente do Google.

      Anteciosamente,

      Marcelo Oliveira

      28/04/2012 Marcelo Oliveira

      Responder
      • Concordo com Marcelo pois os resultados do google nas minha pesquisas não trazem mais resultados relevantes, trabalho com servidores Linux e quando procuro algo para tirar alguma duvida vem paginas la de 2005, 2006, e quem trabalha com informática sabe que tudo muda muito rápido, o que funcionava a 5 anos ja não funciona mais, o que faço? vou direto em sites que são conceituados no assunto e busco o que preciso, no meu ponto de vista o google só funciona para quem procura por fofocas de artistas e coisas do tipo, no resto o google ja era e se continuar neste rumoi acho que logo vai cair do trono...

        Obrigado pelo espaço

        10/05/2012 Andre Guia Comercial

        Responder
  • Rodolpho Victor

    Paulo, o meu blog é o notigalo.com. Para o ano que vem, pretendo comprar o notigalo.com.br e o notigalo.net. O que você acha?

    27/04/2012

    Responder
  • Joao

    Acho que está na altura de preocuparmos mais com o contéudo, a aparência e a organização do blog e deixar o SEO para segundo plano.

    28/04/2012

    Responder
  • Frederico Teixeira Gorski

    Paulo,
    Você chegou a tempo de interromper minhas mudanças... rs. Bem, é o seguinte: eu tenho um site que aborda assuntos diversos que convergem para o mesmo tema: Paisagismo. No momento, estou criando um banco de dados de plantas, com informações diferenciadas em relação aos outros blogs do assunto. Como eu publico também muita coisa em torno de Arquitetura Paisagística, com projetos etc., eu gostaria de criar links que levassem o leitor a poder consultar a minha própria página de plantas quando o projeto estudado as contivesse. Para isso, pretendo utilizar o deeplink juggernaut do SEO Ultimate. Você acha aconselhável. Por esse mecanismo, toda vez que a palavra "sininho" aparecesse no site, o leitor teria um link para a página do abutilon megapotamicum, n. científico da planta. Eu entendo a prática do Google, mas acho que meus leitores ficariam mais satisfeitos, o que vc acha?

    28/04/2012

    Responder
  • Marcelo

    A grande verdade é que a internet é uma floresta que precisamos desbravar. Existem milhares de forma de nos alimentarmos nela mas por não desenvolver o conhecimento disso acabamos por nos centralizar em um único tipo de refeição - o Google. Minha opinião é que essas mudanças que a Google vem fazendo trará uma melhoria significativa na qualidade dos blog/sites que habitam na internet. Não vejo estas mudanças como algo maléfico, mas um fator que nos exigirá melhorar nossa qualidade. Enfim, também acho que deveríamos experimentar cada vez mais outros alimentos, como citei acima no exemplo da floresta. Não depender exclusivamente do Google, mas sempre buscar novas maneiras de desenvolver o posicionamento de nosso blog/site.

    28/04/2012

    Responder
  • Gregoria Correia

    Ola Paulo,
    Este artigo veio mesmo a tempo poupou-me um monte de tempo. Há dois dias fiz uma pequena mudança na minha folha de troca de links que não estava presente no menu principal e resolvi inseri-la no rodapé do blog para estar mais visível agora fui ver o Page Rank da pagina principal e mudou de 1 para zero, Vou retirar aquele link do rodapé e espero que o Page Rank volte novamente porque tinha tanto orgulho naquele numero!!!
    Tenho pouca experiência e tantas horas de estudo...
    Um abraço

    28/04/2012

    Responder
    • Voltei para dizer que tirei o link do rodapé e funcionou. O Page Rank da primeira pagina voltou ao normal.

      28/04/2012 Gregoria Correia

      Responder
  • Davi

    Excelente artigo Paulo, parabéns! Eu discordo a respeito da compra de links. Por praticidade e economia de tempo, podemos terceirar uma parte do link building, desde que contratemos alguém que crie links de qualidade e dentro das novas normas. Fazer tudo sozinho, incluindo o trabalho de SEO, pode ser muito cansativo e confuso. Sou sempre a favor de contratar profissionais qualificados, se o orçamento permitir, é claro, para trabalhar tanto na divulgação como no layout dos nossos sites.

    Sucesso!

    28/04/2012

    Responder
  • Marcelo Oliveira

    Olá, Paulo

    Ótimo artigo! Tenho estudado muito técnicas de SEO e observe que o Google tem muita manipulação. Acredito que com essas melhorias os resultados orgânicos vai valorizar mais Sites/Blogs de qualidade e relevantes para os usuários.

    Com essas dicas vamos aprender mais e fica sempre atualizados, para não sofrer quedas dos tráfegos orgânicos.

    Anteciosamente,

    Marcelo Oliveira

    28/04/2012

    Responder
  • Ueritom

    Se eu entendi direito, temos então que parar de usar plugins de autolink..procede?

    28/04/2012

    Responder
  • Rodrigo Lago

    Olá Paulo,

    Obrigado pelas dicas sobre o novo update do Google Panda. Como sempre a Escola Dinheiro trazendo as melhores informações em primeira mão.

    Acredito que essas mudanças ajudarão muito aos blogueiros que constroem artigos com muita qualidade e que investem apenas no básico de SEO. A partir de agora veremos inúmeros blogs que não possuem nenhuma qualidade, mas que estão no topo das pesquisas para determinadas palavras chaves, caírem bruscamente nas suas posições.

    Esse é o Google Panda priorizando sempre a melhor experiência e satisfação para o usuário.

    Até mais e boas postagens!!!

    28/04/2012

    Responder
  • Frederico Teixeira Gorski

    ultimamente tenho lido o YOAST, e cheguei a utilizar o plugin deles brevemente. Eu prefiro o SEO Ultimate, mas só com o do YOAST eu comecei a aprender como jogar limpo (com o SEO esse insight não é dado, e eu não tinha a menor noção). O legal do YOAST é que o cara é certinho até demais, e as dicas dele são tão conservadoras que estão dois passos a frente das modificações no PANDA.

    28/04/2012

    Responder
  • Diego Menezes

    Realmente nunca gostei de plugins com auto-links... prefiro fazer manualmente.

    =)

    29/04/2012

    Responder
  • Rick

    Excelente post Paulo. Meus sites estão com um bom desempenho, desde que foi lançado o Panda eu não tive problema em relação as visitas, estão sempre aumentando. Agradeço muito as suas dicas!

    Uma duvida: Você recomenda o uso de sites estilo Dihitt? Abraço!

    30/04/2012

    Responder
  • Anderson

    Valeu pelas dicas Paulão..

    Gosto muito de passar por aqui e agregar suas sugestões e experiências pessoais ao meu dia dia!
    Abcs!

    30/04/2012

    Responder
  • Ezequiel da Silva

    Belo texto Paulo, com relação as visitas sempre é necessário avaliarmos nosso site neste períodos de atualização do Panda, no mais, é fazer um bom trabalho e ficar longe do Blach Hat Seo!

    01/05/2012

    Responder
  • Pedro Vitor

    Eu mesmo ja cometi muitos erros com troca de links. Hoje, prezo pela qualidade dos meus artigos, pois sei que eles me trarão mais visitantes do que se estivesse trocando links com outro site.

    02/05/2012

    Responder
  • Adriano

    Olá Paulo, acho que a pergunta é meio fora do assunto.

    É verdade ou mentira que quando utilizamos hospesagem compartilhada, os outros sites ospedados no server pode prejudicar o seu junto as SERPS?


    valeu, abraços

    03/05/2012

    Responder
  • Thaís

    Olá, Paulo!
    Possuo um site que fala sobre viagens e notei uma mudança na frequencia de visitantes após o dia 27/04. Dentre os pontos que abordou, não cometemos nenhum dos erros mencionados, mas mudamos as cores de todos os links para 'amarelo', que é a cor de destaque do blog. Isso poderia ser considerado como uma tentativa de esconder os links?
    Obrigada,

    03/05/2012

    Responder
  • Fábio

    Excelente post Paulo, sempre leio seus artigos e aprendo bastante com eles. Estou colocando em pratica algumas tecnicas e espero em breve colher os resultados! Seu site é uma otima referencia!

    04/05/2012

    Responder
  • Guilherme

    Excelente post, muito bom mesmo... Taí regras que vou comecar aplicar no meu site. O panda tai para arrebentar.

    11/05/2012

    Responder
  • Helio de Matos

    Com certeza Paulo, erros de link building podem influenciar e muito no fracasso de um blog! É necessário usar as estratégias corretas para conseguir sucesso com um blog, além de diversos outros fatores, como produzir conteúdo de qualidade, divulgar bastante o site ou blog, entre diversas outras coisas. Aliás, parabéns pelo excelente artigo!

    Forte abraço, fica com Deus e sucesso! :) :D

    06/06/2012

    Responder
  • J. Guimarães

    Muito bom!

    Gostei de saber tudo isso.

    Vou alterar os links espalhados pelo blog.

    Afinal, devemos tomar cuidado com os motores de busca.

    26/12/2012

    Responder
  • Ricardo

    Olá, Paulo!
    Confesso que a cada momento que leio seus artigos, noto que ainda preciso estudar muito sobre Link-Building.
    Mas aos poucos vou aprendendo e colocando suas dicas em prática.

    24/07/2014

    Responder

Deixe seu comentário

Seu Gravatar

Rede Escolas Plus

  • Psicologia

    Artigos sobre Psicologia, Motivação e muito mais, de uma forma prática e simples que lhe permitem melhorar a sua vida pessoal e profissional.

  • Criatividade

    Melhore a sua Criatividade através de tutoriais de desenvolvimento web, webdesign, dicas de inspiração, e muito mais.

  • WordPress

    Torne seu WordPress numa verdadeira máquina com nossos artigos, templates exclusivos, plugins e tutoriais totalmente em português.

  • Freelancer

    Arrisque em sua carreira de Freelancer seguindo nossas estratégias, dicas e recomendações, e leve seu negócio ao sucesso já hoje.

  • Apostas

    Gostava de ganhar dinheiro com seus palpites sobre esportes? Siga nossos tutoriais e dicas sobre como fazer apostas esportivas.