Conversion Hero

Qual o futuro do seu negócio em caso de morte?

Embora nenhum blogueiro ou webmaster goste de pensar particularmente sobre este assunto, a verdade é que azares e problemas acontecem a todo o mundo, incluindo eu e você. Para blogueiros e webmasters que trabalham a tempo inteiro na internet e construíram negócios sustentáveis e sólidos ao longo dos anos, a questão da morte ou de um problema de saúde é algo que tem de estar equacionado e logicamente estipulado no planejamento de desenvolvimento desse mesmo negócio. Um problema de saúde que lhe impossibilite gerenciar os seus projetos de uma forma normal, tendo em consideração que você trabalha sozinho e não tem sócios, poderá ser um verdadeiro pesadelo caso você não tenha um plano de crise definido para uma situação de infortúnio como esta.

Existem vários tipos de cenários a equacionar quando o problema se resume ao falecimento ou a um problema de saúde grave. Todos os negócios online precisam de ser alimentados com enorme regularidade, o que significa que numa situação de infortúnio, você precisa de ter um plano B para colocar em ação, sob pena de perder tráfego, rendimentos e/ou até mesmo o seu negócio.

negócios

EQUACIONAR AS RAZÕES PARA UM PLANEJAMENTO

Antes de tudo o resto, é preciso você equacionar as razões pelas quais é importante realizar um planejamento sobre a sua sucessão na liderança do seu negócio, ou a forma como a sua família poderá agir caso lhe aconteça algo de grave que o impossibilite de trabalhar da mesma forma que até então. Antes de tudo o resto, você precisa de realizar um conjunto de questões a si próprio, que lhe permitam enxergar mais facilmente a direção e rumo que as coisas podem tomar:

  • A sua família tem conhecimento sobre o que você faz com o seu negócio?
  • No caso de um infortúnio, a sua família sentirá problemas financeiros?
  • A sua família tem conhecimentos suficientes para pegar no negócio e continuar o seu trabalho?
  • A sua família terá capacidade para contratar alguém para fazer o que você fazia?
  • A sua família terá capacidade para vender o negócio por um preço justo de mercado?
  • A sua família teria interesse em ficar com o seu negócio, ou não?

As respostas a este tipo de perguntas, irão ajudá-lo a estabelecer mais facilmente o planejamento que você considera mais apropriado a uma situação de infortúnio que lhe impossibilite de gerenciar os seus projetos e levá-los a bom porto. Logicamente, existem situações e casos diferentes de família para família e de negócio para negócio. Existem blogueiros que trabalham a tempo inteiro na internet com a sua companheira(o), mas existirão também situações de profissionais que trabalham completamente sozinhos e onde a família não tem conhecimento sobre o modelo negócio e/ou o know-how necessário para continuar com os projetos.

Ebook Exercícios para blogueiros

1º PASSO – CRIAR UM SEGURO DE VIDA

Antes de qualquer outra situação ou planejamento, você deverá criar um seguro de vida. Independentemente das respostas que você obtenha às perguntas acima descritas, dificilmente alguém conseguirá levar o seu negócio ao sucesso da forma como você o faz, ou vendê-lo pelo preço que você venderia caso fosse o negociador. Isto significa que ainda que o seu negócio possa continuar vivo e de saúde, ele provavelmente acabará por sofrer as perdas inerentes ao seu problema de saúde. Se a sua família estiver dependente dos rendimentos dos seus negócios online, então o seguro de vida faz todo o sentido.

Um seguro de vida normalmente está associado a uma quantia monetária que a sua família ou descendentes poderão receber em caso de você morrer ou passar por uma situação de invalidez. Por um preço relativamente baixo, é possível garantir que a sua família recebe algum dinheiro que lhe permita viver desafogada durante algum tempo, até que possa tomar uma decisão a respeito do seu negócio, por exemplo. Vejamos algumas vantagens de fazer um seguro de vida:

  • Dinheiro na mão para evitar problemas – A sua família ou descentes recebem de imediato o valor do prémio estipulado entre você e a seguradora, bastando apresentar a certidão de óbito. Dependendo dos valores (50 mil, 100 mil, 200 mil) a sua família receberá uma boa quantia de dinheiro que lhe permita evitar problemas numa primeira fase.
  • Tempo para pensar no negócio e evitar uma venda por impulso – Com o dinheiro que a sua família possa vir a receber da seguradora, ela ganha tempo para pensar no seu negócio e equacionar algumas das perguntas cima descritas, evitando dessa forma uma venda por impulso e necessidade de dinheiro. Quando uma família depende do dinheiro gerado por um negócio que é liderado por alguém que morre, o objetivo principal passa (quase) sempre por vender esse negócio para realizar dinheiro no imediato que permita a sustentabilidade da família. Neste caso, um seguro de vida evita um problema deste tipo e dá à sua família tempo suficiente para pensar sobre o que fazer com o seu negócio.
  • Dinheiro para investir no negócio – Dependendo do valor do prémio do Seguro, a sua família poderá também investir uma parte desse dinheiro na contratação de um ou mais profissionais que tenham capacidade para liderar o negócio e/ou fazerem aquilo que você fazia enquanto era vivo. Logicamente, se o seu negócio é algo que depende muito da sua imagem pessoal e profissional, esta situação tende a perder alguma da sua força natural. No entanto, se estivermos a falar de um negócio de geração de Leads e rendimentos com afiliados, sem nomes associados, existe a possibilidade de contratar pessoas para realizar o trabalho que você vinha a realizar.

2º PASSO – CRIAR UM FICHEIRO COM LOGINS E PASSWORDS

O segundo passo, é outro que basicamente você terá de fazer de qualquer jeito. Quer a sua família deseje continuar com o seu negócio, quer ela deseje vender, você terá sempre de fornecer todas as senhas e logins de programas de afiliados e empresas com que trabalha, para que a sua família possa usar ou entregar no ato de venda do negócio. Existem duas formas de você realizar esta ação: ou você cria um ficheiro de Excel protegido com Password, por exemplo, ou você cria uma conta no 1password que é basicamente um software de gerenciamento de logins e senha, que funciona somente com uma chave-mestra e faz exatamente o mesmo que o ficheiro de Excel. A diferença entre ambos é que o 1password é um serviço pago, ou seja, você terá de investir algo como $50 dólares para ter acesso ao software e usá-lo para colocar todas as suas senhas e passwords protegidas num local seguro.

1password

Tendo em consideração que em qualquer um dos casos (Excel ou 1Password) você terá de fornecer a chave-mestra ou password de acesso ao ficheiro, tanto faz qual o método que você prefira. No entanto, é importante que você trabalhe no sentido de criar esse banco de dados de senhas e logins, por forma a ter essa estrutura disponível na hora de a passar a alguém da sua família ou a outro profissional a quem deseje vender o seu negócio.

3º PASSO – CRIAR A SUA PRÓPRIA ORIENTAÇÃO

Outro aspecto importante passa por redigir um documento ou uma carta que especifique concretamente o que você deseja em termos de planejamento e orientação para o seu negócio e os cenários possíveis com os quais você se sente mais confortável. Nessa estruturação, você poderá especificar um conjunto de detalhes sobre qual o modelo que gostaria de ver implantado, e quais as ações que gostaria que a sua família tomasse para continuar com o seu negócio e fazê-lo crescer continuadamente, ainda que numa situação de perda irreversível.

  • Qual o seu desejo para o futuro do negócio? – Nesta situação, você deverá especificar qual é o seu maior desejo a respeito da continuidade do seu negócio, nomeadamente se você prefere que a sua família continue com o seu negócio, se prefere que alguém seja contratado para o seu lugar, ou se prefere simplesmente que o negócio seja vendido. Nesta última situação, tenha em consideração que um negócio deste tipo é vendido normalmente por 3 a 5 vezes o rendimento bruto, ou seja, antes dos impostos. Se o negócio fatura algo como R$50,000 por ano, você deveria comercializá-lo em torno de R$150,000 ou R$250,000!
  • Estabelecer um plano para o futuro – Dependendo da resposta à primeira pergunta, você precisará de estabelecer um plano para o futuro, nomeadamente designar alguém para continuar com o negócio, escolher um empresário alvo a quem vender o negócio, ou estabelecer as orientações necessárias para que a sua família continue com o negócio. Dependendo da resposta à primeira pergunta, você terá de colocar em prática um conjunto de várias diligências e orientações que permitam aos seus sucessores continuar com o negócio, sejam eles a família ou não.
  • Providenciar informações sobre o seu negócio – Para que o seu negócio possa ter um rumo, independentemente das suas escolhas, você precisa fornecer um conjunto de informações e orientações sobre a forma de trabalhar o seu negócio, por forma a que outro profissional ou familiar possa tomar as rédias do negócio. Isso inclui o seguinte:
    – Informações sobre despesas regulares para manter o negócio;
    – Acesso a Emails;
    – Logins e senhas de fornecedores de serviços e afiliados (Passo Nº2);
    – Contatos chave para negociar com as principais empresas e/ou esclarecer potenciais dúvidas;
    – Tutoriais passo-a-passo ou vídeo-aulas sobre como gerenciar conteúdos e alimentar os projetos;
    – Plano de negócios com principais projetos chave e fontes de rendimento a trabalhar;
    – Etc.

Todos estes pontos serão importantíssimos no gerenciamento do seu negócio, em especial o último ponto, que é basicamente onde você ensina tudo o que você sabe sobre os seus projetos e a forma de os gerenciar. Isso significa que você deverá trabalhar no sentido de formar os seus sucessores para a forma de trabalhar o negócio, quais as mais-valias, quais os pontos chave a serem trabalhos, fontes de rendimentos mais importantes, contatos de pessoas que o possam ajudar a desenvolver o negócio ou contatos de profissionais com quem negociar margens e rendimentos, etc. Todos estes aspectos serão fundamentais para que o seu sucessor ou a sua família possam continuar com o seu negócio em caso de um problema de saúde grave ou de você morrer, por exemplo.

Tenha em consideração que neste último ponto, os tutoriais e a forma de trabalhar o negócio não serão importantes quando se trata de uma venda, uma vez que a venda não pressupõem que você faça formação. No entanto, poderá ser usado como elemento de venda para negociações com o intuito de fechar negócio ou fechar um preço mais alto de venda.

ESTÁ NA HORA DE PROTEGER O SEU NEGÓCIO!

Embora este seja um tema relativamente sensível e que praticamente ninguém fala na blogosfera, é na verdade um aspecto muito importante do gerenciamento de negócios na internet. Recentemente tive a infelicidade de ver um colega de internet falecer ainda muito jovem, fruto de um problema de saúde, tendo deixado um legado muito grande em termos de negócio na internet que ninguém aparentemente sabe administrar. Numa situação destas, é importante que exista um planejamento prévio para que em caso de perda, o seu negócio possa ter um futuro e/ou continuar a gerar rendimentos para a sua família, garantindo dessa forma um futuro mais risonho para eles. Está na hora de proteger o seu negócio!

Até Já!

Artigos
Relacionados

Rede Escolas Plus

  • Psicologia

    Artigos sobre Psicologia, Motivação e muito mais, de uma forma prática e simples que lhe permitem melhorar a sua vida pessoal e profissional.

  • Criatividade

    Melhore a sua Criatividade através de tutoriais de desenvolvimento web, webdesign, dicas de inspiração, e muito mais.

  • WordPress

    Torne seu WordPress numa verdadeira máquina com nossos artigos, templates exclusivos, plugins e tutoriais totalmente em português.

  • Freelancer

    Arrisque em sua carreira de Freelancer seguindo nossas estratégias, dicas e recomendações, e leve seu negócio ao sucesso já hoje.

  • Apostas

    Gostava de ganhar dinheiro com seus palpites sobre esportes? Siga nossos tutoriais e dicas sobre como fazer apostas esportivas.